1. Home
  2. /
  3. Primeiros Passos
  4. /
  5. Como um assessor de...

Como um assessor de investimentos ganha dinheiro?

Se você ainda não conhece o mundo da assessoria de perto, talvez já tenha se perguntado como um assessor de investimentos ganha dinheiro.

É natural ter essa dúvida, já que o profissional indica alocações em investimentos e outros produtos financeiros para os seus clientes. Respondê-la é importante para construir uma relação de confiança com a assessoria.

Neste texto, vamos apresentar dois tipos de remuneração comuns no Brasil: por comissionamento e pelo Fee Fixo. As duas são utilizadas por escritórios parceiros da XP, como a SVN.

Além disso, quando for cliente de um assessor de investimentos, você pode perguntar diretamente como ele será remunerado pelos serviços prestados para a sua carteira.

Remuneração por Comissionamento

Remuneração por Comissionamento / a foto mostra um casal, formado por um homem e uma mulher, sentados à mesa de frente para seu assessor que explica como um assessor de investimentos ganha dinheiro.

Os três são brancos, os homens têm cabelos curtos e barba, o cliente usa óculos e veste uma blusa fina. A mulher tem cabelos compridos e usa camiseta. Os dois sorriem enquanto olham para o assessor.

Este é o modelo mais comum no Brasil e nos Estados Unidos. Nele, o assessor de investimentos ganha dinheiro a partir de uma comissão com base nos aportes que você realiza.

Essa comissão vem de parte da receita de corretagem, taxas de administração de fundos e outros produtos financeiros.

É importante destacar que a remuneração por comissionamento varia de acordo com o produto escolhido. Por exemplo, a comissão sobre um fundo de investimento ou uma ação é diferente de aportes em Renda Fixa.

Remuneração por Fee Fixo

Remuneração por Fee Fixo / A foto mostra um aperto de mão entre dois homens, um investidor e seu assessor.

O que mais aparece na imagem são as mãos, mas é possível perceber que um deles veste terno e gravata, enquanto o outro usa camisa social listrada.

Fee Fixo é um nome comum para a taxa fixa de assessoria, também conhecida como Fee Based. Neste modelo, você e o assessor combinam uma taxa anual fixa pelo serviço de assessoria, com base no valor do patrimônio que você investir com ele.

Quem opta pelo Fee Fixo recebe de volta os valores de corretagem, afinal, já remunera o assessor de outra forma.

Posso confiar nas recomendações de um assessor?

Posso confiar nas recomendações de um assessor? / A foto mostra uma investidora em reunião com o seu assessor de investimentos.

Eles estão sentados diante de uma mesa de madeira. A mulher é branca, tem cabelos compridos e veste uma blusa fina. O homem é negro, usa cabelo e barba curtos, tem óculos, veste smoking e camiseta. Ele segura um papel em uma mão e usa uma caneta para apontar uma informação no papel.

Além de falar sobre como um assessor de investimentos ganha dinheiro, é importante deixar outro assunto claro: a mitigação de riscos de conflitos de interesses.

Ao escolher empresas que oferecem assessoria de investimentos, como a XP e a SVN, você poderá conhecer as políticas de mitigação de riscos da corretora e do escritório de assessoria.

Esse tipo de ação envolve procedimentos padronizados e incluem desde treinamentos obrigatórios até o monitoramento de ordens de serviço.

A foto mostra uma mulher sentada em um sofá, com a mão direita no queixo, enquanto segura um lápis e olha para a tela de um notebook em usa mesa de centro. Ela é branca, tem cabelos na altura dos ombros, usa óculos e veste camisa de manga comprida e calça jeans.

Confira mais detalhes sobre como um assessor ganha dinheiro e conheça mecanismos de segurança

Transparência é o caminho para a confiança. É por isso que você sempre pode debater essas questões com um assessor da SVN Investimentos.

Além disso, aqui no Portal SVN, você encontra um e-book que se aprofunda nas duas questões – como um assessor de investimentos ganha dinheiro; e como são evitados os conflitos de interesse. No texto, você conhecerá até mesmo os modelos de comissionamento utilizados em 6 produtos financeiros diferentes. Além disso, um capítulo inteiro é dedicado à mitigação de riscos de conflitos de interesse.

Clique aqui para conhecer o e-book gratuito.

Autor

Boris Bellini
Jornalista com experiências em marketing, segurança digital, mercado editorial e financeiro. No meio acadêmico, pesquisa a credibilidade jornalística. Anteriormente foi músico, tendo atuado como violoncelista e professor.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes:

3 minutos de leitura

Simulações de investimentos

Descubra o rendimento de diferentes valores no mercado financeiro.