1. Home
  2. /
  3. Investimentos
  4. /
  5. Howard Marks na Expert...

Howard Marks na Expert XP 2022

O dia 3 de agosto de 2022 ficou marcado para muitos investidores como o primeiro da edição 2022 da Expert XP aberta ao público. Logo pela manhã, houve uma palestra – que estava entre as mais anunciadas – com o gestor e megainvestidor americano Howard Marks.

Ele conversou com o Estrategista Chefe e Head de Research da XP, Fernando Ferreira, e com a Estrategista de Ações no Research da corretora, Jennie Li. 

Nascido na cidade de Nova York, em 1946, Howard Marks se formou em economia na Wharton School da Universidade da Pensilvânia. O investidor trabalhou no Citibank e na gestora TCW até que, no ano de 1995, fundou a sua própria empresa: A Oaktree Capital, uma gestora de fundos de investimentos. Atualmente ele é cofundador e copresidente do conselho da companhia, que se tornou uma das maiores do mundo entre as especializadas em crédito.

De acordo com a XP, em julho de 2022 a empresa registrava US$ 166 bilhões sob gestão. Além disso, a companhia de Marks abriu capital em Bolsa no ano de 2012, quando captou R$ 381 bilhões e atingiu um retorno médio de 23% ao ano.

O investidor também ficou conhecido pelas cartas que escreve como gestor na Oaktree – chamadas de memorandos, ou memos de Howard Marks. Outro investidor de muito sucesso, Warren Buffett, já afirmou que, quando encontra os textos de Marks em sua caixa de e-mail, é a primeira coisa que lê.

O conhecimento do gestor ganhou notoriedade e deu origem ao livro O mais importante para o investidor, que foi seguido por Dominando o ciclo de mercado.

É possível acessar os memorandos de Howard Marks no site da Oaktree Capital.

Como um investidor deve agir no cenário atual?

Howard Marks, da Oaktree Capital, na Expert XP 2022

Howard Marks iniciou sua conversa na Expert XP falando sobre como vê o momento atual do mercado. De acordo com o megainvestidor, é importante se diferenciar das massas, mas não necessariamente o tempo todo – isso deve ocorrer apenas quando a multidão estiver errada.

O gestor ressaltou dois pontos:

  • Primeiro, o fato de que existem aspectos negativos no horizonte – inflação, recessão, taxas de juros muito altas, a guerra na Ucrânia e a instabilidade política na China, por exemplo.
  • Mas, ao mesmo tempo, Marks acredita que as pessoas estão pessimistas na medida certa, e seu termômetro para isso são os preços da maioria dos títulos que, para ele, estão “em uma faixa razoável”.

E complementa: “Os nossos portfólios, devem incorporar um pouco de cada coisa – um pouco de agressividade e um pouco de defesa”. Para ele, neste momento é importante se manter no equilíbrio normal entre os dois lados.

Howard Marks não confia em previsões

Após compartilhar a sua visão sobre o momento econômico atual, o gestor foi questionado sobre previsões para macroeconomia: “Se eu tentar prever como a economia ou os mercados vão se comportar no próximo ano, não é garantido que vão acontecer coisas importantes, que eu não tenho como considerar hoje?”.

Marks explicou que, na Oaktree Capital, o processo de investimento nunca depende de previsões, mas de opiniões – e elas é que são consideradas. Ainda assim, o investidor considera que essas visões são imperfeitas – algo que também deve ser considerado.

O gestor ainda lançou um desafio durante o bate-papo: “Quem são os investidores que foram bem-sucedidos com previsões macro? E eu acho que você vai ter dificuldade para pensar em nomes”.

Na continuação, Howard Marks colocou a inflação como um dos principais temas do momento. Porém, ele não considera correto tomar uma posição forte sobre o processo inflacionário ser controlado ou não no futuro próximo.

O gestor destaca que as taxas de juros estão em ascensão e é possível investir em dívidas a partir disso – pode-se optar por taxas pós-fixadas, inclusive, enquanto os juros sobem. Outra possibilidade citada por Marks é a de aportar em empresas que possam repassar os aumentos de custos aos consumidores.

Ciclos de mercado

Marks ainda explicou que em 2021 houve muito otimismo no mercado financeiro, e isso deixou os ativos caros demais. Porém, em 2022 a situação é diferente. O gestor acredita que atualmente não há investimentos negociados por valores muito altos.

Então, em relação a ciclos econômicos (tema de seu último livro), o megainvestidor analisa que a economia desacelerou e ainda pode cair um pouco mais, conforme o Fed – Federal Reserve, o banco central dos EUA – aumenta a taxa de juros. “Então, a gente vai passar por um ciclo lento e, provavelmente, vamos passar por um mercado mais lento, desaquecido”.

O gestor complementa e diz que provavelmente haverá uma recessão nos próximos dois anos, porém, trata-se de algo que já foi precificado pelo mercado.

Um presente de Howard Marks na Expert XP 2022

Em sua abordagem sobre os ciclos da economia, Howard Marks confessou ter recebido um presente há cerca de 50 anos, quando estava começando a trabalhar no mercado financeiro. “Como estamos entre amigos, eu vou dar o presente para vocês” – o próprio Marks explicou que há uma discussão sobre o tema em seu livro, mas ele abordou as questões diretamente com o público da Expert 2022.

Sem revelar o nome de quem o presenteou há cinco décadas, o gestor explicou se tratar de algo que a pessoa chamava de “3 estágios de um mercado bull”, que pode ser resumido da seguinte forma:

  • 1º estágio – poucas pessoas percebem que pode haver melhoria no mercado;
  • 2º estágio – a maioria aceita que essa melhora está começando;
  • 3º estágio – a conclusão de todos é de que só existe a possibilidade de melhorar sempre.

Ao investir no primeiro, é possível encontrar os melhores preços. No último, os ativos podem estar muito caros: “E aí você perde muito dinheiro”, completa o gestor.

Marks ainda afirmou que a Oaktree sempre é um pouco defensiva no seu portfólio – e é exatamente assim que eles têm trabalhado atualmente.

Vale ressaltar que bull market (mercado do touro, em tradução livre) é o momento em que os ativos passam por altas sucessivas. Seu contrário é o bear market (mercado do urso, também em tradução livre), no qual os preços registram diversas quedas consecutivas.

O que a Oaktree faz para obter rendimentos notáveis?

Próximo ao final do bate-papo, o gestor foi perguntado sobre como a Oaktree alcança rendimentos acima da média.

Primeiro, Marks trouxe um contexto: ele explicou que começou a trabalhar no mercado financeiro em setembro de 1969, no Citibank, quando o banco investia apenas nas melhores empresas dos EUA. De acordo com o gestor, caso alguém tivesse investido nessas companhias à época, e mantido as ações por cinco anos, essa pessoa teria perdido dinheiro.

Ele se considera sortudo por ter começado a trabalhar com títulos conversíveis na década de 1970 – algo que ainda era um nicho pequeno e pouco conhecido. Atualmente, Marks afirma investir em áreas que a maior parte das pessoas não conhece ou não entende completamente. “O que a Oaktree faz é enfatizar o que as pessoas não conhecem – ou não conhecem tão bem quanto nós, ou não têm condições de estudar a fundo. Coisas as quais elas não se dedicam”.

Autor

Boris Bellini
Jornalista com experiências em marketing, segurança digital, mercado editorial e financeiro. No meio acadêmico, pesquisa a credibilidade jornalística. Anteriormente foi músico, tendo atuado como violoncelista e professor.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes:

5 minutos de leitura

Simulações de investimentos

Descubra o rendimento de diferentes valores no mercado financeiro.