Dados de inflação, decisões de juros e dividendos da Petrobras nos assuntos da semana

🇧🇷 Ibovespa
O Ibovespa fechou a semana com perdas de 1,0% em reais e -2,1% em dólares, aos 126.795 pontos, seguindo o desempenho dos principais índices globais.

Na semana, as maiores altas da Bolsa brasileira foram IRB (IRBR3; +13,4%), que subiu após um banco de investimentos elevar a recomendação do papel, e Hapvida (HAPV3, +7,3%) devido a um balanço do 4º trimestre de 2023 considerado positivo pelo mercado. Já as maiores quedas foram Arezzo (ARZZ3, -12,0%) e Soma (SOMA3, -12,0%), pressionadas pelo avanço da curva de juros futuros. Confira o Resumo Semanal da Bolsa clicando aqui.

📊 Renda Fixa
No comparativo semanal, a curva de juros encerrou em alta, principalmente do miolo em diante. O diferencial entre os contratos com vencimento em janeiro 2026 e 2034 saiu de 98,9 pontos-base na quinta-feira passada para 109,5 pontos nesta semana. A curva, portanto, apresentou aumento de inclinação. Com isso, a curva passou a precificar uma Selic terminal entre 9,75% e 10% para 2024. Mais uma vez, a correlação dos ativos locais com as Treasuries predominou, e o movimento altista acompanhou a maior volatilidade dos títulos americanos ao longo da semana, com os agentes ainda à espera de confirmações acerca do início do ciclo de cortes de juros por lá. DI jan/25 fechou em 10,01% (9,1bps no comparativo semanal); DI jan/27 em 10,39% (23,4bps); DI jan/29 em 10,94% (28,4bps); DI jan/33 em 11,32% (31,8bps); DI jan/37 em 11,39% (32,2bps).

🌎 Mercados globais
Nesta segunda-feira, os mercados operam em queda nos Estados Unidos (S&P 500: -0,1%; Nasdaq 100: -0,1%), em semana de divulgação da ata da última reunião do Federal Reserve e da inflação ao consumidor (CPI) referente a março. Na sexta-feira, mercados tiveram uma reação negativa a dados de emprego mais fortes que o esperado (confira mais detalhes no Top 5 Temas Globais da Semana).

Na Europa, os mercados operam em alta (Stoxx 600: 0,2%) em semana de decisão do Banco Central Europeu. Na China, as bolsas de Xangai e Hong Kong voltaram mistas do feriado (HSI: 0,1%; CSI 300: -0,9%), no aguardo da divulgação de dados de inflação e setor externo.

Tensões geopolíticas no Oriente Médio diminuíram durante o fim de semana, provocando alívio no preço do petróleo. Confira nosso especial sobre a commodity, onde exploramos o histórico e as perspectivas para o petróleo, assim como seu potencial impacto sobre a inflação e ativos globais.

🪙 Economia
Publicado na sexta-feira passada, o relatório oficial do mercado de trabalho dos EUA reportou criação de 303 mil vagas em março, bem acima das expectativas (consenso: 214 mil). Mercado de trabalho forte reduz a probabilidade de o Fed (banco central do país) reduzir as taxas de juros no primeiro semestre. Esta semana, as atenções se voltam para a inflação dos preços ao consumidor (IPC) de março em diversos países, incluindo EUA e Brasil (IPCA). Outro destaque da semana são as decisões de juros no Canadá (quarta-feira) ​​e na Zona Euro (quinta-feira).

Outro tema importante esta semana é a discussão dentro do governo sobre se a Petrobras deveria distribuir dividendos extraordinários. Considerando que a União é o maior acionista da empresa, o dividendo adicional ajudaria o Tesouro Nacional a se aproximar da meta fiscal neste ano, reduzindo a probabilidade de cortes de despesas à frente – ou a possibilidade de alteração da meta fiscal.

Fonte: Morning Call – XP

📊🗞 Veja os principais indicadores às 9h55: 08/04/2024

🇺🇸 EUA
Dow Jones Futuro: +0,18%
S&P 500 Futuro: +0,25%
Nasdaq Futuro: +0,30%

🌏 Ásia-Pacífico
Shanghai SE (China), -0,72%
Nikkei (Japão): +0,91%
Hang Seng Index (Hong Kong): +0,05%
Kospi (Coreia do Sul): +0,13%
ASX 200 (Austrália): +0,20%

🇪🇺 Europa
FTSE 100 (Reino Unido): +0,39%
DAX (Alemanha): +0,87%
CAC 40 (França): +0,86%
FTSE MIB (Itália): +0,80%
STOXX 600: +0,53%

🚢 Commodities
Petróleo WTI, -0,38%, a US$ 86,58 o barril
Petróleo Brent, -0,54%, a US$ 90,68 o barril
Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 3,19%, a 791,50 iuanes, o equivalente a US$ 109,41

🪙 Bitcoin
Os preços do Bitcoin sobem 4,21%, a US$ 72.264,01

Fonte: InfoMoney

3 minutos de leitura

Compartilhe:

Crie seu cadastro para acessar a área exclusiva do Portal SVN!

Lá você vai encontrar conteúdos exclusivos para investidores de todos os níveis: cursos, web books, lives, ferramentas e muito mais!

Os melhores conteúdos para você realizar os melhores investimentos

Crie seu acesso gratuito

Informe seus dados

Menu

Simulações de investimentos

Descubra o rendimento de diferentes valores no mercado financeiro.