Recuperação da Petrobras impulsiona Ibovespa, enquanto dados de inflação nos EUA e Brasil mostram sinais semelhantes

🇧🇷 Ibovespa
O Ibovespa fechou em alta na terça-feira, aos 127.667 pontos (+1,2%). O índice foi principalmente impulsionado pela Petrobras (PETR4, +3,3%; PETR3, +3,0%), um movimento de recuperação após o governo deixar em aberto a possibilidade de a empresa rever no futuro próximo os pagamentos extraordinários de dividendos. A estatal teve fortes perdas recentemente, devido ao anúncio de que não iria distribuir estes dividendos. Vale (VALE3, -0,6%) novamente teve queda, devido a uma renúncia pública de um membro do conselho da empresa, que alegava interferência política na sucessão de seu CEO.

Natura (NTCO3, +6,6%) foi a maior alta do pregão, influenciada por declarações do CEO da empresa de que as prioridades no curto prazo buscam a melhora de margens e de caixa, após divulgar resultado na segunda-feira (leia nosso relatório).

Para o pregão desta quarta-feira, fatos relevantes incluem o Caged, e uma série de resultados domésticos como EcoRodovias, Eletrobras, Enjoei, Hypera, Méluiz, e Moura Dubeux. Confira como as empresas brasileiras estão se saindo até agora. No lado global, temos Dollar Tree.

📊 Renda Fixa
As taxas futuras de juros fecharam o pregão em leve queda, refletindo, principalmente, a composição considerada positiva do IPCA de fevereiro. Contudo, o movimento foi amenizado na ponta longa da curva em decorrência do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) americano, que corroborou com as apostas mais conservadoras no mercado externo, elevando os rendimentos (yields) dos Títulos Públicos dos Estados Unidos (Treasuries). DI jan/25 fechou em 9,835% (-3bps vs. pregão anterior); DI jan/26 em 9,65% (-5,5bps); DI jan/27 em 9,885% (-5bps); DI jan/29 em 10,375% (-3bps).

🌏 Mercados globais
Nesta quarta-feira, os mercados operam sem direção definida nos Estados Unidos (S&P 500: 0,0%; Nasdaq 100: -0,1%). O índice S&P 500 atingiu nova máxima histórica ontem.

Na Europa, os mercados apresentam alta nesta manhã (Stoxx 600: 0,2%), com alta liderada pelo setor de varejo, e com saúde como destaque negativo. Na China, os índices fecharam em queda (HSI: -0,1%, CSI 300: -0,7%) após início de semana forte.

🪙 Economia
Dados de inflação nos Estados Unidos e no Brasil mostraram sinais semelhantes. O CPI norte-americano mostrou alta de 0,38%, em linha com as expectativas, levando a inflação anualizada a subir em fevereiro. Os serviços continuam mostrando pressão significativa, mas na abertura houve melhora na composição. O resultado reforça nossa percepção de que o Federal Reserve, banco central norte-americano, só iniciará o processo de queda de juros a partir da reunião de julho.

No Brasil, o IPCA de fevereiro subiu 0,83%, acima das expectativas. A média dos núcleos avançou 0,52%, enquanto os serviços continuaram a mostrar pressão na margem. Nossa previsão para o IPCA do ano continua em 3,5%, apoiada na queda recente de commodities. A leitura foi neutra para a política monetária.

Na agenda do dia, teremos discursos de dois dirigentes do BCE que podem indicar os próximos passos da política monetária, além dos dados de produção industrial na região. No Brasil, os holofotes continuam sobre a política, com continuidade das discussões sobre os dividendos da Petrobras, vetos no orçamento e sobre o benefício tributário ao setor de eventos (Perse).

Fonte: Mornig Call – XP

📊🗞 Veja os principais indicadores às 8h40: 13/03/2024

🌏 EUA
Dow Jones Futuro: +0,09%

S&P 500 Futuro: +0,08%

Nasdaq Futuro: +0,01%

🌏 Ásia-Pacífico
Shanghai SE (China), -0,40%

Nikkei (Japão): -0,26%

Hang Seng Index (Hong Kong): -0,07%

Kospi (Coreia do Sul): +0,44%

ASX 200 (Austrália): +0,22%

🌍 Europa
FTSE 100 (Reino Unido): +0,02%

DAX (Alemanha): +0,22%

CAC 40 (França): +0,59%

FTSE MIB (Itália): +0,63%

STOXX 600: +0,23%

🌍 Commodities
Petróleo WTI,+1,50%, a US$ 78,70 o barril

Petróleo Brent, +1,32%, a US$ 83,00 o barril

Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve queda de 1,79%, a 791,38 iuanes, o equivalente a US$ 110,00

🪙 Bitcoin
Os preços do Bitcoin sobem 2,49%, a US$ 73 259,20

Fonte: InfoMoney

3 minutos de leitura

Compartilhe:

Crie seu cadastro para acessar a área exclusiva do Portal SVN!

Lá você vai encontrar conteúdos exclusivos para investidores de todos os níveis: cursos, web books, lives, ferramentas e muito mais!

Os melhores conteúdos para você realizar os melhores investimentos

Crie seu acesso gratuito

Informe seus dados

Menu

Simulações de investimentos

Descubra o rendimento de diferentes valores no mercado financeiro.