Ibovespa em Queda, Renda Fixa e Tendências Globais

Ibovespa
O Ibovespa fechou a semana em uma nova mínima, caindo 0,9% em reais e 2,6% em dólares, fechando aos 119.662 pts.

O principal destaque positivo desta semana foi São Martinho (SMTO3, +8,8%), devido a um movimento técnico. A empresa divulga resultados no dia 17 de junho.

Os principais destaques negativos da semana foram as ações cíclicas, como Cogna (COGN3, -7,2%), pressionadas pela inclinação da curva de juros.

Renda Fixa
No comparativo semanal, os juros futuros encerraram com movimentos mistos pela curva. O diferencial entre os contratos com vencimento em janeiro 2026 e 2034 saiu de 88,40 pontos-base (bps) na sexta-feira passada para 86,50 bps nesta semana. A curva, portanto, apresentou nova leve perda de inclinação. Os rendimentos dos títulos soberanos dos Estados Unidos foram na direção contrária. Por lá, a divulgação de dados de inflação ao consumidor (CPI) e inflação ao produtor (PPI) abaixo das expectativas do mercado, combinados com o discurso de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, considerado menos restritivo que o esperado pelos investidores, levaram a um recuo da taxa das Treasuries – títulos da dívida do tesouro americano. O T-Note de 2 anos fechou em 4,67% (-20bps ante a semana anterior), enquanto o de 10 anos encerrou em 4,20%, reduzindo 23bps na comparação semanal. DI jan/25 fechou em 10,66% (+3,6bps no comparativo semanal); DI jan/26 em 11,21% (-11,2bps); DI jan/27 em 11,5% (-19,5bps); DI jan/29 em 11,89% (-18,3bps); DI jan/34 em 12,07% (-13,1bps).

Mercados globais
Nesta segunda-feira, os futuros nos Estados Unidos abrem sem direção definida (S&P 500: -0,1%; Nasdaq 100: 0,1%), com desempenho mais positivo do setor de tecnologia (em movimento de descolamento do restante do índice que comentamos no Top 5 Temas Globais). A semana é reduzida nos estados Unidos, com feriado na quarta-feira, e mercados ficam atentos para dados de atividade econômica.

Na Europa, o índice pan-europeu opera em queda (Stoxx 600: -0,4%), no aguardo da decisão de política monetária do Banco da Inglaterra nessa semana. A bolsa francesa abre positiva, após forte queda na semana passada. Na China, as bolsas fecharam negativas (CSI 300: -0,2%; HSI: -0,03%), após dados mistos de atividade econômica e manutenção da taxa de juros de médio prazo pelo banco central.

Economia
Divulgado na sexta-feira no Brasil, o IBC-Br ficou estável em abril em relação a março, ligeiramente abaixo das expectativas (XP: 0,2%; consenso: 0,3%). Nossa projeção para o crescimento do PIB em 2024 permanece em 2,2%. Publicado esta manhã, os salários na zona euro aumentaram 5,3% no primeiro trimestre de 2024 em relação ao mesmo período do ano passado – o maior ritmo desde o último trimestre de 2022, reforçando a necessidade de cautela no ciclo de flexibilização pelo BCE. Na China, a produção industrial avançou 5,6% em termos anuais, abaixo das expectativas; as vendas no varejo registraram 3,7%, acima das expectativas; e a taxa de desemprego manteve-se em 5,0%, em linha com as expectativas. Além disso, os preços das novas casas na China em 70 cidades diminuíram 3,9% em termos anuais em maio de 2024, registrando a maior queda desde junho de 2015.

Na agenda desta semana, o destaque no Brasil será a decisão de juros pelo Copom na 4ª-feira. Nós e o mercado esperamos manutenção da taxa Selic em 10,50%, com atenção especial ao placar da votação. Na seara dos indicadores, a arrecadação federal de maio será publicada, mas ainda sem data definida. Por fim, vale monitorar o desenrolar da discussão em Brasília sobre as medidas de compensação para a desoneração da folha de pagamento de 17 setores e municípios.

Na agenda internacional, os dados de vendas no varejo e produção industrial dos EUA referentes a maio serão divulgados na 3ª-feira. No Reino Unido, a inflação de maio será divulgada na 4ª-feira. Além disso, na 5ª-feira, o Banco Central da China (PBoC) e o Banco Central da Inglaterra (BoE) anunciarão suas decisões de política monetária.

Fonte: Morning call XP

📊🗞 Veja os principais indicadores às 8h21: 17/06/2024

🌏 EUA
Dow Jones Futuro: -0,17%
S&P 500 Futuro: -0,07%
Nasdaq Futuro: +0,14%

🌏 Ásia-Pacífico
Shanghai SE (China), -0,55%
Nikkei (Japão): -1,83%
Hang Seng Index (Hong Kong): -0,03%
Kospi (Coreia do Sul): -0,52%
ASX 200 (Austrália): -0,31%

🌍 Europa
FTSE 100 (Reino Unido): +0,01%
DAX (Alemanha): +0,16%
CAC 40 (França): +0,16%
FTSE MIB (Itália): +0,41%
STOXX 600: -0,03%

🌍 Commodities
Petróleo WTI, +0,20%, a US$ 78,61 o barril
Petróleo Brent, +0,17%, a US$ 82,76 o barril

Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve queda de 1,69%, a 813 iuanes, o equivalente a US$ 112,04

🪙 Bitcoin
Os preços do Bitcoin cai -0,59% a US$ 66.126,00

Fonte: Infomoney

3 minutos de leitura

Compartilhe:

Crie seu cadastro para acessar a área exclusiva do Portal SVN!

Lá você vai encontrar conteúdos exclusivos para investidores de todos os níveis: cursos, web books, lives, ferramentas e muito mais!

Os melhores conteúdos para você realizar os melhores investimentos

Crie seu acesso gratuito

Informe seus dados

Menu

Simulações de investimentos

Descubra o rendimento de diferentes valores no mercado financeiro.