Futuros de NY seguem em queda após falas de presidente do Fed e avanço de títulos dos EUA

Os índices futuros de Nova York amanhecem em queda nesta sexta-feira (20), pressionados pela repercussão da fala de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, ontem e pelo avanço dos rendimentos dos Treasuries na sessão de quinta. A sessão de ontem encerrou com fortes quedas.

Em discurso, o mandatário do Fed destacou que o principal risco para a economia é ‘ainda a inflação elevada” e destacou que a atividade econômica ainda permanece forte.

No conflito entre Israel e o Hamas, o exército israelense iniciou a evacuação da região próxima à fronteira com o Líbano nesta sexta, de acordo com a CNBC. Países como EUA, Canada, Reino Unido, Alemanha e Arábia Saudita já orientam seus cidadãos que saiam do país. Na tarde de ontem, o temor de que o exército de Israel avance via terra pela Faixa de Gaza aumentou, em especial com a possibilidade de piora da crise humanitária já instaurada na região.

A possibilidade de avanços terrestres ampliou o sentimento de aversão ao risco e a notícia também fez com que barris de petróleo avançassem na tarde de ontem, após queda durante parte do dia.

Após atingir patamares não vistos nos últimos 16 anos, os Treasury yields recuam nesta manhã. Na sessão de ontem, o rendimento do título de 10 anos chegou a 5%, mas hoje recuou para 4,939%. Já Treasury yield de 2 anos desce 1,4 pb, a 5.155%, enquanto o retorno do título de 5 anos desce 4,3 pb, a 4.918%.

Na Europa, as bolsas abriram em queda, na mínima em sete meses, em reação ao sentimento global de aversão ao risco e ainda digerindo os avanços nos retornos dos Treasuries na sessão de ontem.

As bolsas asiáticas encerraram o dia em queda também, reagindo às quedas dos índices no exterior na sessão anterior e a escalada dos retornos dos Treasuries nos EUA.

Na véspera, no Brasil, o Ibovespa passou parte da sessão em alta, reagindo positivamente mesmo após os comentários de Jerome Powell, mas, ao final da sessão, teve leve queda. O índice doméstico refletiu as perdas lá fora e encerrou o dia com recuo de 0,05%, aos 114.004 pontos.

Na agenda doméstica, o destaque fica para a divulgação do IBC-Br, com expectativa de queda de 0,30% pelo consenso Refinitiv.

Fonte: InfoMoney

📊🗞 Veja os principais indicadores às 8h53 : 20/10/2023

🇺🇸 EUA
Dow Jones Futuro (EUA), -0,22%
S&P 500 Futuro (EUA), -0,19%
Nasdaq Futuro (EUA), -0,26%

🌏 Ásia
Shanghai SE (China), -0,74%
Nikkei (Japão), -0,54%
Hang Seng Index (Hong Kong), -0,72%
Kospi (Coreia do Sul), -1,69%
ASX 200 (Austrália), -1,16%

🇪🇺 Europa
FTSE 100 (Reino Unido), -0,94%
DAX (Alemanha), -1,28%
CAC 40 (França), -1,19%
FTSE MIB (Itália), -1,22%
STOXX 600, -1,05%

🛢 Petróleo
Petróleo WTI, +1,37%, a US$ 89,52 o barril
Petróleo Brent, +1,15%, a US$ 93,44 o barril

💲 Bitcoin
Os preços do Bitcoin sobem 5,07%, a US$ 29.881,3

Fonte: InfoMoney

3 minutos de leitura

Compartilhe:

Crie seu cadastro para acessar a área exclusiva do Portal SVN!

Lá você vai encontrar conteúdos exclusivos para investidores de todos os níveis: cursos, web books, lives, ferramentas e muito mais!

Os melhores conteúdos para você realizar os melhores investimentos

Crie seu acesso gratuito

Informe seus dados

Menu

Simulações de investimentos

Descubra o rendimento de diferentes valores no mercado financeiro.