Setor Financeiro Impulsiona Ibovespa, Desafios para Mineradoras e Expectativas para Resultados Empresariais

O Ibovespa fechou na máxima do dia na terça-feira, aos 129.916 pontos (+0,7%). O índice foi impulsionado pelo setor financeiro (IFNC, +1,6%), com o mercado otimista com o futuro dos bancos, e superou as quedas das mineradoras depois de o minério de ferro na China encerrar em baixa de 5,4% devido à redução na taxa de juros de referência para empréstimos pelo banco central chinês.

Os principais destaques positivos foram Carrefour (CRFB3, +11,2%), impulsionado por um resultado do 4º trimestre de 2023 acima do consenso, e Petz (PETZ3, +8,0%), após o CEO e fundador da empresa ter aumentado a sua participação acionária na companhia. Já a Vale (VALE3, -2,2%) foi o destaque de baixa, afetada pela queda no preço do minério de ferro na China, continuando o momento negativo do começo do ano.

As taxas futuras de juros fecharam o pregão em queda ao longo de toda a estrutura a termo da curva, seguindo o movimento dos rendimentos (yields) dos Títulos Públicos dos Estados Unidos (Treasuries). Os principais catalisadores foram corte nas taxas de juros de 5 anos na China e algumas notícias positivas no campo da inflação global. DI jan/25 fechou em 9,985% (-3bps vs. pregão anterior); DI jan/26 em 9,8% (-5,5bps); DI jan/27 em 9,96% (-6bps); DI jan/29 em 10,365% (-6,5bps).

Nesta quarta-feira, os mercados operam em queda nos Estados Unidos (S&P 500: -0,2%; Nasdaq 100: -0,4%). Hoje, o mercado espera o balanço de Nvidia e a ata do comitê de política monetária do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA).

Na Europa, os mercados operam mistos, e o índice pan-europeu registra leve queda (Stoxx 600: -0,1%) em dia de dados de atividade. Na China, os índices fecharam o dia em forte alta (HSI: 1,6%, CSI 300: 1,4%) após mudanças na regulação de abertura das bolsas, proibindo vendas líquidas, e estímulos à economia.

Nos Estados Unidos, o indicador antecedente do Conference Board voltou a mostrar uma queda no mês de janeiro. Apesar da queda, o grupo de pesquisa retirou a menção à uma recessão iminente do seu comunicado, indicando que a atividade econômica deve mostrar estabilidade nos próximos meses.

No Canadá, a inflação de janeiro mostrou uma desaceleração importante, abrindo espaço para o Banco Central iniciar um corte de juros antes do esperado. Na agenda do dia, o destaque é a divulgação da Ata da reunião de janeiro do Fomc, que pode trazer informações adicionais sobre a decisão do último mês. Dados recentes de inflação e os discursos de dirigentes fizeram com que o mercado alterasse suas apostas de um corte de juros de março para maio. Além disso, teremos a divulgação do índice de gerentes de compras (PMI) no Japão para a manufatura e os serviços e de confiança do consumidor na zona do euro.

Fonte: InfoMoney

📊🗞 Veja os principais indicadores às 8h55 : 21/02/2024

🇺🇸 EUA
Dow Jones Futuro (EUA), -0,20%
S&P 500 Futuro (EUA), -0,25%
Nasdaq Futuro (EUA), -0,46%

🌏 Ásia-Pacífico
Shanghai SE (China), +0,97%
Nikkei (Japão): -0,26%
Hang Seng Index (Hong Kong): +1,57%
Kospi (Coreia do Sul): -0,17%
ASX 200 (Austrália): -0,66%

🇪🇺 Europa
FTSE 100 (Reino Unido), -0,89%
DAX (Alemanha), +0,37%
CAC 40 (França), +0,07%
FTSE MIB (Itália), +0,78%
STOXX 600, -0,21%

🚢 Commodities
Petróleo WTI, -0,85%, a US$ 76,77 o barril
Petróleo Brent, -0,58%, a US$ 81,86 o barril
Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve queda de 3,98%, a 893 iuanes, o equivalente a US$ 124,22

💲 Bitcoin
Os preços do Bitcoin recuam 2,68%, a US$ 50.910,70

Fonte: InfoMoney

3 minutos de leitura

Compartilhe:

Crie seu cadastro para acessar a área exclusiva do Portal SVN!

Lá você vai encontrar conteúdos exclusivos para investidores de todos os níveis: cursos, web books, lives, ferramentas e muito mais!

Os melhores conteúdos para você realizar os melhores investimentos

Crie seu acesso gratuito

Informe seus dados

Menu

Simulações de investimentos

Descubra o rendimento de diferentes valores no mercado financeiro.