Índices futuros dos EUA abrem em leve queda pressionados por Treasuries em semana cheia de resultados; temores sobre guerra seguem no radar dos mercados

Os índices futuros de Nova York iniciaram o dia em ligeira queda nesta segunda-feira (23), aguardando as novas divulgações da temporada de resultados. Logo na abertura da sessão, os índices ensaiaram uma alta mas, ao longo da manhã, viraram para queda.

Na semana anterior, as principais bolsas dos EUA encerram com fortes perdas, com S&P 500 recuando 2,4%, Dow Jones descendo 1,6% e a Nasdaq com queda de 3,2%. O movimento acompanhou a alta dos Treasury yields, que chegaram a seus maiores patamares desde 2007.

No conflito entre Israel e o Hamas, no final de semana comboios com comida, água e remédio chegaram aos Palestinos, e mais 40 caminhões com suprimentos deve chegar à região, de acordo com a ONU.

De acordo com a radio ABC de Melbourne, o porta-voz do exército de Israel, Jonathan Conricus, disse que uma rendição completa do Hamas e a devolução dos reféns poderia evitar uma entrada via solo das forças armadas na Faixa de Gaza.

Nesta manhã, os rendimentos dos títulos avançam novamente, com destaque para o de 10 anos. Durante a semana, os mercados acompanharão a divulgação de gigantes da tecnologia, como Alphabet, Meta, Microsoft e a Amazon. Na semana passada, a Netflix reportou acima das expectativas enquanto a Tesla apresentou números abaixo do esperado.

Além disso, os indicadores de atividade econômica mais aguardados serão divulgados na quinta-feira, com anúncio do PIB preliminar do 3º trimestre com expectativa de alta de 4,4%, balança comercial e os dados semanais de auxílio desemprego. Hoje, será apresentado o índice de atividade nacional, pelo Federal Reserve, e na terça-feira, o índice PMI composto de outubro.

A sexta-feira ainda será um dia cheio para indicadores, com apresentação dos números de rendimento pessoal, gastos pessoais (com projeção de alta de 0,5%) e o deflator do PCE (que deve crescer 0,4% pelo consenso). Haverá, ainda, a divulgação do índice de confiança da Universidade de Michigan e a sondagem de serviços, pelo Fed.

Na Europa, as bolsas amanheceram sem direção, com ânimos acompanhando os desdobramentos das tensões no Oriente Médio e aguardando a decisão de juros do Banco Central Europeu (BCE), que será divulgada na quinta-feira.

As bolsas asiáticas encerram o dia em baixa, ainda aguardando os dados econômicos da região, que serão divulgados por Austrália, Japão e Coreia do Sul nesta semana.

Na Argentina, as eleições de ontem terminaram com Sergio Massa, candidato peronista e atual ministro da Economia, e Javier Milei, liberal, encaminhados para disputar o segundo turno, no dia 19 de novembro.

No Brasil, o Ibovespa encerrou a semana com queda de 2,25%, principalmente puxada na sexta por recuo em blue chips, como Vale (VALE3) e Petrobras (PETR4), pelos índices lá fora e pela divulgação do IBC-Br, com dados mais fracos que o esperado.

Falando em indicadores, teremos, hoje, a divulgação do monitor do PIB e a sondagem da indústria de construção, ambos com dados de outubro. Nesta semana, serão apresentados, na quarta-feira, a sondagem do consumidor, pela FGV, os resultados setoriais pelo ICEI e o relatório de dívida pública, pelo Tesouro. O Banco Central divulgará, no mesmo dia, números de mercado aberto e do fluxo cambial, e, na quinta-feira, dados de transações correntes e de IDP. Mas o dia será marcado pelo principal dado da semana, o IPCA-15 de outubro, com projeção Refinivit de elevação de 0,20%.

Na sexta-feira, será apresentada a sondagem da indústria, pela FGV, o resultado primário do Governo (estimado em R$ 13 bilhões pelo Bradesco) e a nota à imprensa sobre política monetária e operações de crédito, do Banco Central.

Fonte: InfoMoney

📊🗞 Veja os principais indicadores às 8h48 : 23/10/2023

🇺🇸 EUA
Dow Jones Futuro (EUA), -0,52%
S&P 500 Futuro (EUA), -0,51%
Nasdaq Futuro (EUA), -0,54%

🌏 Ásia
Shanghai SE (China), -1,47%
Nikkei (Japão), -0,83%
Hang Seng Index (Hong Kong), -0,72%
Kospi (Coreia do Sul), -0,76%
ASX 200 (Austrália), -0,82%

🇪🇺 Europa
FTSE 100 (Reino Unido), -0,52%
DAX (Alemanha), -0,56%
CAC 40 (França), +0,03%
FTSE MIB (Itália), +0,10%
STOXX 600, -0,51%

🚢 Commodities
Petróleo WTI, -0,50%, a US$ 87,64 o barril
Petróleo Brent, -0,33%, a US$ 91,87 o barril
O minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve queda de 2,45%, a 835 iuanes, o equivalente a US$ 114,14

💲 Bitcoin
Os preços do Bitcoin sobem +2,58%, a US$ 30.683,2

Fonte: InfoMoney

3 minutos de leitura

Compartilhe:

Crie seu cadastro para acessar a área exclusiva do Portal SVN!

Lá você vai encontrar conteúdos exclusivos para investidores de todos os níveis: cursos, web books, lives, ferramentas e muito mais!

Os melhores conteúdos para você realizar os melhores investimentos

Crie seu acesso gratuito

Informe seus dados

Menu

Simulações de investimentos

Descubra o rendimento de diferentes valores no mercado financeiro.