Bolsas em alta; reforma tributária e prévias da temporada de resultados em foco

🇧🇷 Ibovespa
O Ibovespa fechou em leve queda ontem aos 125.148 pontos (-0,3%). O índice foi pressionado pelo setor de mineração, após o minério de ferro fechar em queda de 1,9% na China, e por papeis cíclicos, devido a uma deterioração no sentimento macro global, refletido pela expectativa de aumento de inflação para 2025 no Boletim Focus desta semana. O mercado segue cauteloso à espera do IPCA-15 de abril no Brasil, e do PCE de março nos EUA.

A maior baixa do dia no Brasil foi Usiminas (USIM5, -13,9%), após divulgação de um balanço do primeiro trimestre de 2024 considerado fraco pelo mercado (Veja a análise do nosso time aqui). Já o destaque positivo foi o Grupo Pão de Açúcar (PCAR3, +11,7%), impulsionado por um movimento técnico.

Para a sessão desta quarta-feira, temos a pesquisa de confiança do consumidor no Brasil, referente ao mês de abril. A temporada de resultados do 1º trimestre começa a ganhar tração com Assaí, Log, e Vale, enquanto a temporada internacional continua.

📊 Renda Fixa
A curva de juros encerrou a sessão de terça-feira (23) próxima à estabilidade, com leve viés altista. A reprecificação para cima dos juros e da inflação esperados pelo mercado no boletim Focus foi neutralizada pelo alívio do dólar e do movimento das Treasuries – títulos soberanos americanos, que apresentaram recuo nas taxas dos títulos de 2 e 10 anos para 4,86% (-11,00 bps) e 4,61% (-1,00 bps), respectivamente, após dados do índice de gerente compras (PMI) abaixo do consenso. DI jan/25 fechou em 10,315% (alta de 2bps vs. pregão anterior); DI jan/26 em 10,515% (alta de 2,5bps); DI jan/27 em 10,82% (alta de 3bps); DI jan/29 em 11,285% (alta de 2bps).

🌎 Mercados globais
Nesta quarta-feira, os mercados operam em alta nos Estados Unidos (S&P 500: 0,5%; Nasdaq 100: 0,1%). Ontem, o resultado de Tesla veio ruim, mas as sinalizações que a companhia pretende lançar novos modelos mais acessíveis fazem com que as ações da companhia subam cerca de 12% nas negociações pré-mercado. Hoje, uma série de empresas reportam resultados: AT&T e Boeing são os destaques antes da abertura do mercado, enquanto Meta Platforms, IBM e Ford divulgam seus balanços após o fechamento.

Na Europa, os mercados operam em alta (Stoxx 600: 0,2%), apesar de sinais negativos de empresas como Kering (conglomerado por trás da Gucci), que cai cerca de 7%, e Volvo, que cai cerca de 9%. Na China, as bolsas de Xangai e de Hong Kong fecharam o dia positivas (CSI 300: 0,4%; HSI: 2,2%).

🪙 Economia
Nos Estados Unidos, dados preliminares do PMI de abril medido pela S&P Global indicaram uma economia com um crescimento perdendo força, embora ainda permaneça em território positivo. A piora ocorreu tanto na manufatura, que já entrou em campo negativo, quanto nos serviços, que caiu próximo à marca de 50 pontos, que divide contração de expansão. No mercado residencial, houve um aumento de 8,8% em relação ao mês anterior de vendas de novas moradias, apontando recuperação do setor que mais foi afetado pela escalada dos juros naquele país.

No Brasil, o boletim Focus voltou a apontar uma inflação subindo em 2024 e principalmente em 2025, aumentando a preocupação com relação à política monetária. Do lado fiscal, a arrecadação federal de impostos mostrou um crescimento de 7,2% em relação à março do ano passado, uma alta significativa, porém abaixo do necessário para que o governo atinja a meta de resultado primário.

A agenda do dia inclui poucos indicadores, com destaque para as encomendas de bens duráveis nos Estados Unidos. No Brasil, a atenções se voltam para o envio dos projetos de lei regulamentando a reforma tributária do consumo aprovada no ano passado.

Fonte: Morning Call – XP

📊🗞 Veja os principais indicadores às 8h51: 24/04/2024

🇺🇸 EUA
Dow Jones Futuro: +0,02%
S&P 500 Futuro: +0,23%
Nasdaq Futuro: +0,63%

🌏 Ásia-Pacífico
Shanghai SE (China), +0,76%
Nikkei (Japão): +2,42%
Hang Seng Index (Hong Kong): +2,21%
Kospi (Coreia do Sul): +2,01%
ASX 200 (Austrália): -0,01%

🇪🇺 Europa
FTSE 100 (Reino Unido): +0,50%
DAX (Alemanha): +0,26%
CAC 40 (França): +0,40%
FTSE MIB (Itália): +0,08%
STOXX 600: +0,19%

🚢 Commodities
Petróleo WTI, -0,43%, a US$ 83,00 o barril
Petróleo Brent, -0,27%, a US$ 88,18 o barril
Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 3,08%, a 888,00 iuanes, o equivalente a US$ 122,55

🪙 Bitcoin
Os preços do Bitcoin sobem 0,64%, a US$ 66.473,70

Fonte: InfoMoney

3 minutos de leitura

Compartilhe:

Crie seu cadastro para acessar a área exclusiva do Portal SVN!

Lá você vai encontrar conteúdos exclusivos para investidores de todos os níveis: cursos, web books, lives, ferramentas e muito mais!

Os melhores conteúdos para você realizar os melhores investimentos

Crie seu acesso gratuito

Informe seus dados

Menu

Simulações de investimentos

Descubra o rendimento de diferentes valores no mercado financeiro.