1. Home
  2. /
  3. Primeiros Passos
  4. /
  5. NDF: Um seguro para...

NDF: Um seguro para operações de câmbio

Ao falar sobre NDF é interessante começar com um olhar para 2022 e as oscilações do dólar até a metade do ano. No começo de janeiro, a moeda americana estava no patamar de R$ 5,50, porém, já ocorria um processo de queda.

Cerca de três meses depois, a moeda operou abaixo de R$ 4,70. Mas as altas voltaram até que, por volta da metade do ano, o dólar já era negociado acima de R$ 5,30.

Diante dessas diferenças nas cotações, é natural surgir a seguinte pergunta: como se proteger da forte oscilação cambial?

Uma das formas mais adotadas no mercado é o Non Deliverable Forward – ou simplesmente NDF.

O que é NDF?

O que é NDF?

Trata-se de um instrumento muito utilizado por importadores e exportadores para mitigar os problemas causados pela variação cambial.

Basicamente, funciona da seguinte forma: uma empresa – ou pessoa – se compromete em realizar a compra ou a venda de uma moeda estrangeira em uma data futura. O valor já é determinado desde o início. Dessa forma, o NDF funciona como uma espécie de seguro.

Exemplo com dólar

Exemplo com dólar

Para ilustrar, temos o exemplo hipotético de um importador em um dia que o dólar está cotado a R$ 5,40.

Ele analisa o cenário diante de suas necessidades, conta com a ajuda de um assessor especializado, e opta por fazer um NDF em que se compromete a pagar R$ 5,60 pelo dólar, 45 dias depois.

Se ao final do período a moeda americana estiver cotada em R$ 5,50, o importador do exemplo deixará de ganhar 10 centavos.

Por outro lado, se a cotação estiver em R$ 5,80, o cliente dele não terá que arcar com um prejuízo de 20 centavos.

O exemplo é simples para facilitar a compreensão, mas em larga escala esse tipo de proteção pode ser relevante, ainda mais ao longo do tempo.

Quais as principais vantagens do NDF?

Quais as principais vantagens do NDF?

A principal vantagem dessa ferramenta é ter uma previsibilidade maior de receitas e custos. Essa estabilidade faz com que a empresa ou produtor possa manter o foco nas suas atividades operacionais, sem se preocupar com a oscilação da moeda.

Trata-se de um instrumento que ajuda até mesmo a melhorar a produtividade.

Outra vantagem é a flexibilidade. As partes envolvidas podem negociar livremente aspectos como o tamanho do contrato, o prazo e até mesmo a taxa que irá valer na liquidação.

Além disso, é possível utilizar o NDF para negócios em mais de 20 moedas diferentes.

Perguntas mais comuns

Perguntas mais comuns

Separamos três perguntas que costumam aparecer quando o assunto é o Non Deliverable Forward.

  • O NDF pode ser utilizado apenas por Pessoa Jurídica? Não. Pessoa física também consegue utilizar esse instrumento.
  • Há desembolso de caixa? Não há. Existe a possibilidade de o ajuste financeiro ser feito apenas na data da liquidação. O valor é igual a diferença entre a taxa acordada e a cotação do dólar no dia.
  • Os prazos e valores são flexíveis? Sim, há possibilidade de encerramento a qualquer momento mediante acordo entre as partes.

O NDF é usado apenas como seguro?

O NDF é usado apenas como seguro?

Esta também é uma dúvida frequente, mas vale a pena falar um pouco mais sobre a questão.

A resposta é: não. O NDF também pode ser utilizado para aumentar a exposição cambial em determinados momentos – uma forma de especulação.

Operações de proteção no mercado financeiro, geralmente também são chamadas de “hedge”. E além do NDF, existem diversos outros caminhos para isso.

Além disso, também é possível garantir proteção para ativos diferentes, como moeda, commodities e muitos outros.

Em resumo, existem várias opções e cada uma pode ter a sua especificidade. Esse é um dos motivos para sempre consultar um profissional especializado.

Ele será capaz não só de ajudar a avaliar a operação, como também pode apresentar soluções mais eficientes e personalizadas para as necessidades de cada cliente.

Autor

Boris Bellini
Jornalista com experiências em marketing, segurança digital, mercado editorial e financeiro. No meio acadêmico, pesquisa a credibilidade jornalística. Anteriormente foi músico, tendo atuado como violoncelista e professor.

Compartilhe esse conteúdo em suas redes:

3 minutos de leitura

Simulações de investimentos

Descubra o rendimento de diferentes valores no mercado financeiro.